Altominho.tv

Investimento de Paredes de Coura na área das vacinas pode atingir os 80 milhões de euros

O presidente da Câmara de Paredes de Coura, Vítor Paulo Pereira, afirmou que o concelho pode beneficiar, nos próximos anos, de um investimento de cerca de 80 milhões de euros na área das vacinas.

“Paredes de Coura garantiu talvez o investimento mais importante e mais estratégico que o Alto Minho conseguiu até ao momento”, referiu o autarca, na apresentação do Relatório de Prestação de Contas do Município, que se traduziu numa taxa de execução ao nível da receita de 89%.

Vítor Paulo Pereira lembrou que não está em causa “apenas uma fábrica de vacinas”, mas “mais outros investimentos na mesma área, que abrirão as portas a um setor que pode gerar a curto prazo outros investimentos e criar centenas de postos de trabalho licenciado ou altamente qualificado”.

“Se se considerar que cada posto de trabalho nesta área de produção de vacinas cria quatro postos de trabalho indiretos, já podemos ter uma noção deste investimento, que pode chegar nos próximos anos aos 80 milhões de euros”, enfatizou.

O grupo Zendal, com sede em Porrino, na Galiza, vai expandir-se para Paredes de Coura, com uma fábrica de vacinas que deve estar pronta até ao final do ano, num investimento de 15 milhões de euros que criará, na fase de arranque, 30 postos de trabalho.

O autarca sublinhou ainda que, nos últimos dois anos, foram conseguidos investimentos “que transformarão para sempre” a vida dos habitantes do concelho, aludindo, concretamente, à nova ligação da A3 ao Parque Industrial de Formariz, orçada em 9,5 milhões de euros, e à requalificação e expansão da Zona Industrial de Formariz, com o valor total de 1,8 milhões de euros.

Investimentos que, afirmou, permitirão a fixação de novas empresas que diversificarão o tecido industrial e colocarão Paredes de Coura “no grupo dos concelhos mais exportadores do norte do país”.

Apontou ainda a aposta na eficiência energética e na gestão inteligente da energia, traduzida no investimento de 1,5 milhões de euros em tecnologia Led que substituirá seis mil luminárias de iluminação pública. Com este projeto, também único no nosso distrito, reduziremos a fatura energética e será possível ter a luz ligada toda a noite. Foi um projeto complexo, um projeto que deu muito trabalho, mas está feito, poupamos dinheiro e reduzimos a emissões de CO2 para a atmosfera”, enfatizou o autarca.

Para diminuir a fatura energética das famílias, Vítor Paulo Pereira anunciou também que está para breve a chegada do gás natural a Paredes de Coura. “No final de 2021, o gás natural chegará às nossas zonas industriais, bem como às primeiras casas em meados do ano seguinte”, afirmou.

Destacou ainda o facto de o concelho ter uma cobertura total de fibra ótica.

“O ano de 2020 traduziu-se também pelos investimentos na rede viária das freguesias no valor superior a um milhão de euros, bem como na Proteção Civil e na Defesa da Floresta em quase meio milhão de euros”, lê-se no comunicado enviado à imprensa.

Segundo o presidente da Câmara, o passivo atual e consolidado é de 5,8 milhões de euros, o que representa uma diminuição de quase um milhão de euros.

“São resultados muito positivos, que evidenciam contas saudáveis, rigorosas e o reforço na consolidação do equilíbrio financeiro alcançado nos últimos anos”, rematou.