Altominho.tv

Investimento de 1,4 milhões de euros vai ampliar lar de idosos em Caminha

 Um investimento de 1,4 milhões de euros, lançado esta terça-feira a concurso público, vai permitir requalificar e ampliar o lar do Bom Jesus dos Mareantes, em Caminha.

Contactada pela agência Lusa, a propósito da publicação em Diário da República (DR) do concurso público da intervenção, a diretora técnica da instituição, Cristina Malhão, estimou que “as obras possam arrancar este ano, após o cumprimento de todos os procedimentos legais”.

“É um projeto que deu bastante trabalho, de conciliação entre as diferentes entidades que tinham de emitir parecer e, hoje, finalmente conseguimos abrir o concurso público”, referiu a diretora técnica do lar do Bom Jesus dos Mareantes.

A responsável adiantou ser uma obra “planeada há muitos anos e que vai ser concretizada”. “É um edifício muito antigo, mas com boas condições de habitabilidade. Contudo, não dispõe das condições que gostaríamos que tivesse e esta obra vem nesse sentido”, disse.

De acordo com o anúncio do procedimento, a obra de ampliação do edifício de apoio social e alojamento de idosos, tem um prazo de execução de 450 dias.

“O edifício carece de melhoramentos ao nível das partes comuns e dos quartos. Pretende-se também uma ampliação para cumprimento das normas em vigor”, sustentou.

Em novembro, o lar do Bom Jesus dos Mareantes, atualmente com 70 utentes e 40 funcionários, foi afetado por um surto de Covid-19 que causou a morte a 12 idosos.

“Conseguimos ultrapassar esse período negro. Foi muito difícil, foi muito grave. É para esquecer. Agora é olhar em frente e seguir”, afirmou a responsável, acrescentando que “os utentes recuperaram” e foi possível “novas admissões”. “Agora respira-se um ambiente de tranquilidade e de calma”, reforçou.

Segundo Cristina Malhão, o processo de vacinação dos utentes deverá começar esta semana.

Em comunicado enviado às redações, a Câmara de Caminha informou que “a vacinação nos lares de idosos do concelho começa hoje”, sendo que “o processo abrange a generalidade dos utentes e dos funcionários das instituições que mostraram vontade de serem vacinados e decorrerá até sexta-feira”.