Altominho.tv

População do concelho de Caminha cresceu em 2019

A população do concelho de Caminha aumentou durante o ano de 2019, verificando-se uma taxa de crescimento efetivo positiva, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE).

O INE divulgou, no passado dia 17 de dezembro, as estatísticas a nível nacional relativas ao ano de 2019, assim como o Anuário Estatístico Regional, contendo informação estatística detalhada à escala regional e municipal, no mesmo período.

Para o concelho de Caminha, “este é um excelente indicador, considerando até a realidade do Alto Minho, onde este índice é globalmente negativo, havendo apenas três municípios (entre os 10) com resultado positivo, ou seja, cuja população não diminuiu”, refere a autarquia em comunicado.

Segundo o presidente da Câmara, Miguel Alves, citado naquela nota, “são boas notícias e chegam no momento certo”. “Nos últimos anos, o concelho de Caminha tem trilhado uma estratégia de valorização do tecido económico que passa por uma aposta forte no Turismo e nos mais variados setores dos serviços e da construção”, sustenta.

Caminha conta também com população estrangeira com estatuto de residente. Mais de quatro centenas de pessoas a escolheram o concelho para se fixar e, entre os países com maior presença a este nível, destaca-se o Brasil (78 residentes), seguido do Reino Unido, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe e China, todos com 25 residentes cada, entre outras nacionalidades.

“Num contexto difícil em que o Alto Minho está a perder população, Caminha aguenta-se e aumenta essa mesma população, sobretudo graças a um reforço migratório que traz muita gente ao nosso concelho”, afirma Miguel Alves.

O autarca acrescenta ainda que a “qualificação do espaço público, distribuição da fibra ótica, alargamento da rede de saneamento e prioridade à Educação” são reconhecidos pelas pessoas.

“O crescimento exponencial do número de turistas no concelho, os mínimos históricos do desemprego em 2019 e a dinâmica do setor do imobiliário indiciavam que as coisas estavam a andar bem. A confirmação do INE de que crescemos em população em 2019 vem confirmar o acerto da estratégia que temos seguido porque apresenta resultados”, conclui.