Altominho.tv

Espanha mantém fronteiras com Portugal fechadas

O Governo espanhol decidiu manter as fronteiras com Portugal fechadas, pelo menos, até ao dia 8 de junho, segundo uma notícia avançada esta segunda-feira pelo jornal Faro de Vigo.

Segundo o jornal galego, a medida foi anunciada pelo primeiro-ministro, Pedro Sánchez, e está relacionada com o plano de desconfinamento de quatro fases definido pelo Governo de Espanha para os próximos dois meses.

Esta segunda-feira, começou a fase zero, a de preparação para o desconfinamento, e o Governo espera que a última fase da estratégia, denominada “Plano de Transição para a Nova Normalidade”, esteja concluída no final de junho.

A abertura das fronteiras não deverá ocorrer até à entrada na terceira fase do plano de desconfinamento, prevista para 8 de junho, de acordo com o Faro de Vigo.

Norte de Portugal e Galiza pedem reabertura de novos pontos de passagem

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) Rio Minho anunciou, na passada quarta-feira, que ia pedir aos governos de Portugal e Espanha a reabertura de novos pontos de passagem na fronteira entre os dois países, para “aliviar” a economia daquela região afetada pela Covid-19.

“Há necessidade de reabrir novas travessias fronteiriças como medida de alívio para as economias locais e, sobretudo, para os trabalhadores transfronteiriços que, diariamente, têm de se deslocar quilómetros para aceder aos seus postos de trabalho”, disse na altura o diretor do AECT Rio Minho, Uxío Benítez, citado num comunicado.

“Neste momento, a única fronteira aberta no território é a de Tui e Valença, que agora concentra cerca de 44% do total da mobilidade entre Espanha e Portugal, sendo com elevada diferença a que mais movimento regista no total das nove travessias fronteiriças permitidas entre os dois estados”, sustentou Uxío Benítez.

O responsável explicou que o objetivo não passa por “abrir as fronteiras para que circule qualquer pessoa, mas melhorar as condições da população que mais está a sofrer com o duplo golpe da pandemia, por se encontrar na fronteira e num território com fortes relações”.

O controlo temporário das fronteiras terrestres com Espanha está a ser feito desde as 23h00 do dia 16 de março em nove pontos de passagem autorizada.