Altominho.tv

Fibra ótica em Viana do Castelo é “fundamental” para coesão territorial

O presidente da Câmara de Viana do Castelo disse hoje que os 15 milhões de euros que a Altice vai investir na instalação de fibra ótica em cinco concelhos do Alto Minho “é fundamental para a coesão territorial”.

“É um investimento fundamental para a coesão territorial. É um sinal claro que se dá os territórios mais afastados das grandes metrópoles de que têm as mesmas condições tecnológicas para se poderem desenvolver e assumir as suas responsabilidades no interesse coletivo de desenvolvimento harmonioso do país”, afirmou José Maria Costa.

O autarca socialista, que falava durante a cerimónia de assinatura do protocolo com o presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, para o reforço do investimento em infraestruturação de fibra ótica, disse que Viana do Castelo “não sendo um concelho de baixa densidade, está integrado num ‘interland’ de baixa densidade”.

“Este investimento representa uma aposta na aproximação aos fatores de competitividade e desenvolvimento”, afirmou José Maria Costa, adiantando que o “concelho vai passar de uma cobertura de fibra ótica de cerca de 70% para 95%”.

“Há uma tendência europeia e mundial para a descentralização, para os trabalhos chamados remotos. Muitas empresas procuram os territórios mais afastados dos grandes centros urbanos para instalar os seus negócios. Por isso, é fundamental que tenhamos boas infraestruturas tecnológicas”, explicou.

O autarca socialista adiantou que “Viana do Castelo tem registado uma trajetória de crescimento que é duas vezes superior ao da região Norte, é o 16.º município mais exportador do país, que representa já 1,5% das exportações portuguesas”.

A Altice Portugal vai investir, até dezembro de 2020, cerca de 15 milhões de euros em mais de 100 mil quilómetros de fibra ótica em cinco concelhos do distrito de Viana do Castelo.

Na quarta-feira, em nota enviada à agência Lusa, a propósito dos investimentos a formalizar hoje e na sexta-feira no distrito de Viana do Castelo, a Altice Portugal explicou que, com as novas empreitadas de infraestruturação de fibra ótica, os concelhos de Arcos de Valdevez, Melgaço e Ponte de Lima vão passar a ter uma cobertura de cerca de 75%, Caminha de 95% e Viana do Castelo superior a 95%.

“São mais de 100.000 quilómetros de fibra ótica que vão ligar estes municípios”, sustenta a Altice Portugal.

Na quinta e na sexta-feira, a Comissão Executiva da Altice Portugal, liderada pelo presidente executivo, Alexandre Fonseca, vai deslocar-se aos quatro concelhos do Alto Minho para formalizar, com as respetivas câmaras, os protocolos para “o reforço do investimento em infraestruturação de fibra ótica”.

“Rumamos agora ao Norte do país, neste que é o último périplo de 2019. Ao longo do ano, percorremos Portugal de norte a sul, passando pelas ilhas. Desde janeiro de 2018, já foram realizados 14 périplos, mais de 20 deslocações, tendo a Comissão Executiva da Altice Portugal percorrido mais de 15 mil quilómetros”, especificou o presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, citado na nota.

Segundo dados da operadora, “4,9 milhões de casas já se encontram com cobertura de fibra ótica de última geração, estando a Altice Portugal a menos de 10% de atingir o objetivo de 5,3 milhões de casas, 27 mil lugares, 308 concelhos e mais de três milhões de quilómetros de fibra, que vão tornar Portugal o primeiro país da Europa com cobertura praticamente integral de fibra ótica”.

“Só em 2019, a Altice Portugal já realizou um conjunto de investimentos em infraestruturação nas aldeias históricas de Portugal, no maciço central da serra da Estrela, no Alto Alentejo, na Guarda e Meda, tendo também apresentado o projeto 100% fibra, garantindo já a cobertura integral de mais uma centena de freguesias do país, nomeadamente, em 22 municípios e 111 freguesias, contribuindo de forma destacada para o desenvolvimento económico de Portugal”, sustenta a empresa.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.