Clube centenário de Viana do Castelo fundado por aficionados de touradas sem direção

O Viana Taurino Clube (VTV), fundado 1910 por um grupo de aficionados das touradas, encontra-se sem direção pela primeira vez em 109 anos, sendo conduzido por uma comissão de gestão, disse hoje à Lusa um dos seus cinco elementos. 

“Os processos de constituição de listas nem sempre foram fáceis, mas sequencialmente têm sido eleitas direções. Desde março, quando terminou o mandato de dois anos da última direção, já foram feitas três, quatro tentativas para eleger nova direção, mas sem sucesso”, disse hoje à Lusa o presidente da assembleia-geral cessante, João Valença.

João Valença adiantou que na última sexta-feira foi nomeada uma comissão de gestão. 

Face ao “insucesso das sucessivas tentativas para chegar à normalidade associativa”, João Valença propôs “a constituição de uma comissão de gestão”.

“Não é a situação ideal, mas a possível até serem encontrados os novos órgãos sociais do VTC. Até lá garantiremos a normalidade da gestão corrente do clube”, explicou.

Fundado a 10 de agosto de 1910 por um grupo de aficionados das touradas, o VTC recebeu, em 2011, por ocasião do centenário, o título honorífico de Instituição de Mérito de Viana do Castelo pela Câmara presidida por José Maria Costa.

Com 500 sócios, o clube, com sede instalada na Praça da República, em pleno centro de Viana do Castelo, dispõe atualmente das secções amadoras de bilhar, bridge e xadrez.

Contactado pela Lusa, o historiador Rui Viana, autor de um livro sobre a história do VTC que foi publicado em 2012, disse que “em 100 anos de vida do clube nunca existiu nenhum vazio diretivo”.

“Poderiam ter existido atrasos na constituição das direções mas nunca houve vazio, só em 1947, período mais complicado da vida do VTC, foi nomeada uma comissão administrativa”, especificou.

“O período mais complicado do VTC aconteceu, em 1946, quando foi encerrado pela Polícia de Vigilância e Defesa do Estado (PVDE) antecessora da PIDE que acusou o clube da prática de atos de natureza subversiva e fechou a sede. O VTC esteve encerrado algum tempo, reabrindo em janeiro de 1947 com uma comissão administrativa presidida pelo tenente coronel Ernesto Sardinha”, explicou.

Rui Viana, diretor da biblioteca municipal de Viana do Castelo, acrescentou que ao longo de 100 anos de existência o clube passou “dificuldades económicas, sendo que a sua sobrevivência ficou a dever-se e muito a Eugénio Pinheiro que presidiu ao clube entre 1951 e 1963 e lhe proporcionou apoio financeiro”.

Entre 1910 e 2010, o VTC teve 35 presidentes. 

Em 2009, Viana do Castelo foi declarada cidade sem touradas.

Fonte: Lusa

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com