Altominho.tv

Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço começa na sexta-feira

A 25ª edição da Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço arranca esta sexta-feira e prolonga-se até domingo. O espaço abre às 10h00, mas o momento oficial de inauguração acontece pelas 19h00, com a presença do ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos.

Durante três dias, assiste-se a uma mostra dos produtos típicos. Trinta e um produtores de alvarinho, 18 de queijos, fumeiros e produtos locais, cinco tasquinhas e oito instituições e empresas de diferentes ramos vão marcar presença no evento, que atrai, todos os anos, milhares pessoas dos diversos pontos do território nacional e também um grande número de espanhóis, sobretudo da vizinha Galiza.

“Alegra-nos o público diferenciado que nos começa a visitar. Isso é notado pelos nossos produtores, os quais nos dizem que há visitas de quem gosta de provar vinho, da festa pela festa. Há também quem visite a festa para perceber os vinhos que há e ainda pessoas da área profissional, da distribuição e restauração que aproveitam a festa para vir conhecer os vinhos que a região tem para oferecer”, sublinha o presidente da Câmara Municipal, Manoel Batista, citado na nota enviada à imprensa.

Para o autarca, “não há exemplo no Alto Minho, nomeadamente nesta fileira do vinho e dos produtos locais, de um certame que tenha o impacto que tem a Festa do Alvarinho e do Fumeiro na economia dos municípios laterais. Até nos vizinhos galegos há grande impacto no alojamento”.

O recinto do evento conta com um total de 62 expositores e com uma zona de degustações com capacidade para mais de 400 pessoas sentadas; um auditório de showcooking, com chefes de renome, como Chakall, António Loureiro, Jorge Fernandes e Renato Cunha; e provas comentadas de vinhos com o sommelier Manuel Moreira.

Para além da exposição, prova e venda de produtos, o programa da Festa do Alvarinho e do Fumeiro oferece momentos de animação musical, diurna e noturna, e ainda atividades paralelas de animação turística e desportiva, que vão dar a conhecer a região.

Este evento apresenta-se como uma mais valia para toda a economia local que, “há mais de 20 anos, é impulsionada também através deste evento, sejam os produtores de vinho Alvarinho, sejam os do fumeiro que, em 2015, viram este produto ser distinguido pela Comissão Europeia, através da integração do presunto e da chouriça de carne na lista dos produtos com Indicação Geográfica Protegida (IGP), juntando-se assim ao salpicão e à chouriça de sangue”.

Estes produtos são o resultado do saber-fazer das populações de Melgaço, que conhecem as técnicas de fabrico tradicionais e que foram transmitidas de geração em geração.

A Festa do Alvarinho e do Fumeiro de Melgaço começou, em 1995, por se apresentar como uma mostra de produtos locais para as populações locais e, em 2009, viu reconhecida o seu interesse para o turismo pelo Turismo de Portugal. Dez anos depois, o certame continua sob o lema “25 edições a celebrar Melgaço”.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.