Investimento de 1ME moderniza adega de Alvarinho em Melgaço

O projeto de modernização de infraestruturas e equipamentos da Adega do Soalheiro, em Melgaço, vai estar concluído dentro de seis meses, num investimento de um milhão de euros, financiado por fundos comunitários, informou hoje a empresa.

Em comunicado, fonte da Adega, que produz “a primeira marca de Alvarinho de Melgaço e a quarta na sub-região de Monção e Melgaço”, no distrito de Viana do Castelo, explicou que a intervenção de modernização e requalificação teve início em 2018, sendo financiada pelo Programa de Desenvolvimento Rural 2020 (PDR 2020).

“Este é já o segundo investimento de crescimento e valorização da adega desde a sua criação, em 1982. O primeiro realizou-se em 2015, integrando-a na paisagem da propriedade num espaço que funcionalmente respeita a tradição vitícola e enológica, abrindo as portas à descoberta dos diferentes soalheiros”, sustentou a fonte da empresa.

Além da requalificação em curso, que deverá contar na sexta-feira, às 12:00, com a visita do ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, a quinta de Soalheiro implementou “outros dois projetos de apoio à internacionalização, ao abrigo do Portugal 2020 – Sistema de Incentivos à Qualificação e Internacional de PME, em 2016 e 2018, com vista ao apoio à promoção de vinhos em mercados terceiros”.

Em 2018, a empresa apresentou ainda “uma candidatura no âmbito dos incentivos à investigação e desenvolvimento tecnológico – I&D – projetos individuais para a criação do Núcleo de Investigação e Desenvolvimento do Soalheiro”.

Segundo a fonte da empresa, para este ano “está a ser trabalhada uma candidatura ao PDR 2020 relacionada com a diversificação das atividades na exploração agrícola, nomeadamente com a criação de um centro de atendimento e a valorização do enoturismo, e mais uma candidatura para o apoio à internacionalização”.

Segundo dados fornecidos à Lusa pela Adega do Soalheiro, o volume de faturação em 2018 atingiu os 3,8 milhões de euros, um “crescimento de 25% relativamente a 2017″.

“A quota de exportação também cresceu, em cerca de 14%, em 2018, representando mais de 40% do volume de negócios”, sustentou.

Os vinhos da adega do Soalheiro estão presentes em mais de 27 mercados de Portugal, Alemanha, Angola, Bélgica, Brasil, Canadá, China, Coreia do sul, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Israel, Itália, Japão, Letónia, Luxemburgo, Noruega, Nova Zelândia, Polónia, Suécia, Suíça, Singapura, e mais recentemente na Bulgária e na República Trindade e Tobago.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com