Altominho.tv

Mesa de Monção vai a votos na última gala das 7 Maravilhas à Mesa

A mesa de Monção, vai a votos dia 2 de Setembro, na última gala das Pré Finalistas das 7 Maravilhas de Portugal à Mesa. A gala vai realizar-se na cidade de Lagoa, no Algarve.

A mesa ”Cordeiro à Moda de Monção” é uma das 49 pré-finalistas do concurso “7 Maravilhas à Mesa” a nível nacional e uma das nove da região norte, sendo a única representante do Alto Minho neste prestigiado concurso que distingue as melhores mesas do pais e ilhas.

Depois desta primeira seleção, o concurso continua com as 7 galas pré-finalistas que terão lugar entre 22 de julho e 2 de setembro. Nestas galas, o público vai eleger duas mesas, as quais passam à fase de finalistas com a respetiva presença na cerimónia final, marcada para o dia 16 setembro.

A mesa de Monção é constituída pelo “Cordeiro à Moda de Monção”, envolvendo o vinho Alvarinho e aguardente velha do Palácio da Brejoeira, o património local simbolizado pelo Palácio da Brejoeira, incluindo a sua adega, a componente museológica representada pelo Museu Alvarinho e um evento de afirmação territorial, a Feira do Alvarinho.

O “Cordeiro à Moda de Monção” é um prato com uma longa história no concelho de Monção, confecionado de forma tradicional. A preparação deste prato demora mais de 24 horas, entre os banhos e a cozedura. O cordeiro é colocado em cima do alguidar de barro vermelho para pingar no arroz amarelo (feito com açafrão e água de um cozido à portuguesa), e levado a forno de lenha, previamente aquecido.

Nesta mesa, o cordeiro é acompanhado por um vinho de exceção: Alvarinho Palácio da Brejoeira, colheita 2016. Este néctar é produzido desde a década de 70, respeitando a tradição da produção dos melhores vinhos, com recurso à utilização de novas tecnologias, as quais enaltecem e realçam as suas características peculiares.

O Palácio da Brejoeira, monumento nacional desde 1910, foi mandado edificar no início do século XIX, sendo composto por palácio, bosques e vinhas, conferindo-lhe um ambiente romântico e sedutor para quem o visita. Na secular adega, é possível degustar a Aguardente Velha Palácio da Brejoeira, feita de vinho Alvarinho. Apresenta uma elegância rara, um aroma delicado e uma prova macia e prolongada.

O Museu Alvarinho é ponto de encontro de cultura e saberes, reunindo conhecimento e espólio museológico ligado à produção do vinho Alvarinho no concelho de Monção, território onde nasceu esta casta singular e elegante e lhe concede a qualidade, autenticidade e inovação.

O evento de afirmação territorial associado à mesa é a Feira do Alvarinho. Este ano, realiza-se nos dias 29 e 30 de junho e 1 de julho. Ao longo de três dias, todos os produtos caraterísticos de Monção, com particular destaque para o “Cordeiro à Moda de Monção”, podem ser degustados neste certame, cuja afluência de público se aproxima das 100 mil pessoas.

Redes Sociais

Mais de 40.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!