Altominho.tv

Todas as escolas públicas do país vão ser testadas

Equipas móveis, compostas por enfermeiros, técnicos e administrativos, vão percorrer o país para testarem todas as escolas públicas do continente.

A complexa operação, que vai implicar numa primeira fase testar cerca de 500 mil pessoas, está a ser preparada pelos ministérios da Saúde e Educação em parceria com os laboratórios privados e com a Cruz Vermelha, que desde finais de Janeiro já realizou 55 mil testes nas escolas do continente.

O Governo pretende alargar o rastreio a todas as escolas públicas do país à medida que Portugal continental começar a desconfinar. As novas regras da estratégia nacional de testes para o novo coronavírus, que foi alterada no final da semana passada, determinam que nos diversos níveis de ensino serão testados todos os professores e funcionários, a que acrescem os alunos apenas do secundário, ou seja, 10º, 11º e 12º ano.

Só este grupo, segundo as últimas estatísticas oficiais do Ministério da Educação referentes ao ano lectivo 2018/2019, integra perto de 315 mil jovens, 20 mil dos quais não estão abrangidos porque se encontram nas regiões autónomas.

Os profissionais de cada escola serão testados pelo menos uma vez e a repetição das análises dependerá da incidência que se registar no seu concelho.

Só nos municípios que registarem uma incidência cumulativa a 14 dias superior a 120 casos por 100 mil habitantes deverão repetir os exames, de 14 em 14 dias, até o valor baixar.

O presidente da Associação Nacional de Laboratórios Clínicos (ANLC), Nuno Saraiva, sublinha que é muito importante a população perceber que estes são testes de rastreio e não de diagnóstico.

“A ideia é fazer uma monitorização”, realça. Por isso, insiste que é preciso ter cautelas na interpretação dos dados e não baixar as guardas, abandonando os cuidados habituais, apenas porque se teve um teste negativo.

Em cada concelho será seleccionado um estabelecimento de ensino onde se concentrarão os testes. Professores, funcionários e alunos terão que se deslocar a essa escola.

Universo de testados rondará 500 mil pessoas no primeiro varrimento. Repetição dependente da incidência