Altominho.tv

Comissão Europeia elege projeto do Museu da Água ao ar livre como exemplo de boas práticas

A Comissão Europeia, através da DG REGIO, encontra-se a promover no seu website oficial, um conjunto de projetos apoiados pelos Fundos Comunitários.

O Projeto “Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez”, em Arcos de Valdevez, apoiado através do Norte 2020, já integra o portfólio da plataforma eletrónica da DG REGIO, como um exemplo de boas práticas.

Segundo a Comissão Europeia o projeto do Museu da Água ao ar Livre destaca-se por ter contribuído “para a promoção do património natural, arquitetónico e cultural associado ao rio Vez na Região Norte de Portugal. Através do mesmo foi possível criar um percurso ao longo do Rio Vez e vários pontos de observação a partir dos quais o visitante pode observar a flora e a fauna nativas.”

Este Museu “é único no país e reforça, renova e amplia o papel de Arcos de Valdevez como porta da mais importante Reserva da Biosfera, declarada pela Unesco, existente no noroeste peninsular – o Parque Nacional Peneda-Gerês /Parque”.

Com a criação do museu, o Município “pretendeu potenciar o aumento do número de visitantes, dinamizando o alojamento, a restauração, a animação turística e as empresas de prestação de serviços ligadas ao ambiente e ao comércio”.

A primeira fase do Museu da Água ao ar livre centra-se no troço do rio Vez, situado entre a foz do rio Vez, na freguesia de Souto, e a freguesia de Vilela, e pretende promover o património ambiental (flora e fauna), arquitetónico e etnográfico associado ao Rio Vez e seus afluentes.

Além da sinalização do património construído nas margens, o museu inclui, ao longo do trajeto, painéis informativos sobre a fauna, flora e ecologia do ecossistema ribeirinho, bem como do seu património construído e da sua história.

Estes painéis têm código Qr para que se possa aceder a mais informação no site do Museu da Água em http://museudaagua.arcosdevaldevez.pt/ .