Altominho.tv
FACEBOOK BOMBEIROS DE ARCOS DE VALDEVEZ

Bombeiras de Arcos de Valdevez concluem quarentena preventiva

As duas bombeiras da corporação de Arcos de Valdevez que tiveram contacto com um professor infetado com o novo coronavírus naquele concelho concluíram, esta terça-feira, a quarentena preventiva.

Segundo o comandantes dos Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez, Filipe Guimarães, as operacionais “efetuaram o transporte do utente infetado com o devido equipamento de proteção, mas foram aconselhadas a estar em isolamento”. “Depois de 14 dias, não apresentaram sintomas”, declarou.

As duas operacionais, de 23 e 34 anos, já regressaram ao serviço e outros dois colegas da corporação vão também ter de cumprir 14 dias de isolamento.

De acordo com o comandante, os dois bombeiros contactaram com um idoso infetado, ao efetuar o transporte do utente do Lar de Grade. “Não cumpriram o protocolo da segurança na totalidade. Não usaram o equipamento de proteção completo, apenas tinham luvas e máscaras, mas não vestiram o fato”, explicou Filipe Guimarães, acrescentando que “o cumprimento do isolamento foi também aconselhado pelas autoridades”.

Os bombeiros estão a cumprir quarentena na sede do Motoclube de Arcos de Valdevez.

Para o responsável, a medida serve para “passar a mensagem a todos os bombeiros de que as questões de segurança devem ser cumpridas”.