Altominho.tv

Viana do Castelo disponibiliza até 200 camas e garante testes a idosos em lares mediante receita médica

A Câmara de Viana do Castelo vai criar uma reserva estratégica hospitalar que pode disponibilizar até 200 camas e assegurar testes à Covid-19 nos lares residenciais de idosos, mediante prescrições médicas.

Em comunicado, a autarquia adiantou que a reserva estratégica hospitalar vai ser instalada no centro cultural da cidade e será dotada de 100 camas (com possibilidade de aumentar para 200 camas) em articulação com a Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), destinando-se a doentes em convalescença do hospital distrital.

Entre as novas medidas anunciadas pelo município, está ainda prevista a “criação de lugares de confinamento para quarentena profilática nos centros náuticos municipais e sedes dos grupos folclóricos do concelho, para cidadãos idosos com autonomia”, que, no total, representam “sete espaços com capacidade para 190 pessoas”.

A Câmara irá fornecer também “equipamentos de proteção individual a quem trabalha nas Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), distribuindo ‘kits’ com luvas e máscaras de proteção, uma medida que se estende a todas as instituições de solidariedade do concelho”.

As medidas, segundo a autarquia, enquadram-se na fase de mitigação da pandemia e foram preparadas em articulação com o serviço municipal de proteção civil, o Comandante Operacional Distrital (CODIS) da proteção civil e o presidente do conselho de administração da ULSAM.