CM VIANA DO CASTELO

Património de Viana ilustrado em mural de 23 metros

O mural de 23 metros de comprimento, por 4,5 metros de altura, que estava a ser pintado numa parede do interface de transportes de Viana do Castelo, já está concluído.

Em comunicado, a autarquia adianta que a obra terminou depois de quase dois meses de trabalho de Cipriano Oquiniame. O autor, nascido em Cacheu, na Guiné-Bissau, e residente em Viana do Castelo há 20 anos, tem pintado as tradições e o contexto histórico, patrimonial e cultural da capital do Alto Minho.

Para o artista, esta é uma obra que nasce com o intuito de se tornar um postal de visita da cidade, enriquecendo a parede de um espaço que “recebe a visita de milhares de pessoas todos os meses”.

O autor assumiu que a pintura “se apresenta como um resumo daquilo que a cidade e o concelho de melhor têm para oferecer”.

Já o presidente da câmara, José Maria Costa, citado na nota, salientou que “a obra é a prova do amor de Viana”.

O mural ilustra o Templo-Monumento de Santa Luzia, a centenária Ponte Eiffel, a Praça da República e a coleção de faiança do Museu de Artes Decorativas, apresentando ainda referências aos pescadores, à Senhora da Agonia, ao Traje à Vianesa, aos brincos à rainha, ao ribombar dos bombos e aos cabeçudos e gigantones, que marcam a romaria da Agonia.