JN

Casal do 1.º cartaz com fotografia da Romaria d’Agonia preside à comissão de honra

O par de dançarinos de folclore que, em 1959, deu o rosto ao primeiro cartaz ilustrado com fotografia da Romaria d’Agonia, em Viana do Castelo, preside, este ano, à comissão de honra das festas, foi hoje anunciado.

A presidência da comissão de honra da Romaria d’Agonia é uma função que, por inerência, cabe ao presidente da Câmara de Viana do Castelo, mas que há mais de duas décadas é delegada em figuras que “contribuem para a promoção do concelho e das festas”.
A apresentação dos rostos da Romaria de Nossa Senhora d’Agonia foi uma das novidades reveladas hoje, na sede do Turismo Porto e Norte de Portugal, em Viana do Castelo, na presença do presidente deste organismo, entre outros elementos quer desta como de outras instituições da região.

A fadista Amália Rodrigues, o antigo embaixador Francisco Seixas da Costa, a artista plástica Joana Vasconcelos e o presidente da Casa do Minho do Rio de Janeiro Agostinho dos Santos, entre outros, já desempenharam aquelas funções.
Este ano, o presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, delegou esta função ao casal de amigos, Rosa da Silva e Agostinho Pereira, agora ambos com 84 anos, antigos elementos do Grupo Folclórico de Santa Marta de Portuzelo, freguesia de onde são naturais. Há 60 anos eles foram a imagem do primeiro cartaz ilustrado com fotografia da romaria.

Em declarações aos jornalistas, Rosa “Rabeca”, como é conhecida, confessou ainda pensar ser “mentira” o convite que recebeu para presidir “à festa”, a que assiste desde os 7 anos.

“Quando me convidaram julguei que era mentira. Agora nesta idade que venho aqui fazer?”, questionou, acrescentando: “Sinto-me muito feliz. Estou muito comovida e emocionada”.

Rosa explicou que já não envergava o traje há 10 anos e confessou ser “muito devota da Senhora d’Agonia”.

“Era à Senhora d’Agonia que fazia os meus queixumes, os desabafos da minha vida e depois ia mais satisfeita para casa”, afirmou Rosa da Silva. O amigo Agostinho Melro, como é conhecido, disse estar “plenamente orgulhoso” do lugar de destaque que vai assumir este ano.”Isto é muito saudável. Estou ligado ao folclore há mais de meio século. O folclore dá-me alegria, vida e conhecimento”, referiu.

Na sessão, foi apresentado o programa da festa que, este ano, se realiza entre 16 e 20 de agosto e irá incluir a participação, no cortejo histórico-etnográfico, da Charanga a Cavalo do Regimento de Cavalaria da GNR.
O presidente da Comissão de Festas da Senhora d’Agonia, António Cruz, disse tratar-se “da melhor charanga a cavalo do mundo, a única que consegue tocar a galope”.

Este ano, devido ao calendário, a festa prolonga-se por cinco dias, com quatro noites de fogo-de-artifício, o cortejo histórico-etnográfico, a procissão solene em honra de Nossa Senhora d’Agonia, e a tradicional procissão ao mar e ao rio.
Outra das novidades prende-se com a mudança, para a manhã do primeiro dia de festa, dos cumprimentos das mordomas às autoridades.

O desfile das mulheres trajadas pelas principais ruas da cidade irá realizar-se, pelo segundo ano, à tarde, “conferindo maior dinamismo ao desfile e rigor ao momento dos cumprimentos”.
Na sessão, foi ainda apresentado o filme promocional da romaria, que será divulgado em todo o mundo.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com