Altominho.tv

Arcos de Valdevez vai criar zona para observação de astros na Porta do Mezio

A Porta do Mezio, que dá acesso à entrada no Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG) através de Arcos de Valdevez, vai ter uma zona específica para observação de astros. Denominada de “Dark Sky Reserve” (DSR) e representando um investimento de 150 mil euros, esta zona deverá estar operacional até ao final do ano.

“Será a primeiro sítio do país a obter a certificação internacional para dispor de uma zona de observação de astronomia. O pedido de certificação será enviado até final do primeiro semestre para a Internacional Dark Sky Association, nos Estados Unidos. Até final do ano o observatório estará a funcionar”, afirmou o presidente da Câmara de Arcos de Valdevez.

João Manuel Esteves explicou que o investimento de 150 mil euros resulta da aprovação da candidatura “Local Dark Sky”, financiada pelo programa Norte 2020.

“Encontramos aqui outro produto ligado ao turismo astronómico e científico que queremos potenciar”, sublinhou o autarca, adiantando que o montante previsto na candidatura será aplicado na certificação, na identificação da DSR, na aquisição de material para a observação astronómica e em ações de promoção da nova aposta.

Situada a 13 quilómetros da vila de Arcos de Valdevez e a seis da vila do Soajo, a Porta do Mezio é uma das cinco entradas existentes no PNPG. As portas são estruturas de receção ao visitante, localizadas nas principais entradas daquela área protegida.

“Neste momento, encontram-se concluídas as fases de estudo global de requisitos da certificação, levantamento do nível de cumprimento de requisitos LDS no território do PNPG, seleção de locais de elevado potencial e auditoria técnica dos mesmos”, explicou João Manuel Esteves, que é também presidente da Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima (ARDAL), criada em 2000 para promover o desenvolvimento local daquele concelho.

A criação desta DSR “visa promover o ecoturismo e a proteção de ‘habitats’ noturnos, ideais para a astronomia profissional ou amadora, bem como alertar para a preservação e reconhecimento dos céus escuros como um recurso valioso”.

As DSR “são territórios de tamanho considerável, que possuem uma qualidade excecional de noites estreladas e um ambiente noturno que é protegido pelo seu interesse científico, natural, educacional ou cultural”.

“Atualmente, as populações citadinas raramente têm a oportunidade de observar a galáxia devido ao aumento da poluição luminosa. Graças a este projeto, passará a existir um espaço privilegiado para a observação de astros e estrelas em pleno coração do Minho, presenteando os visitantes com uma oportunidade única e inigualável de desfrutar de todas as maravilhas que orbitam nos céus da nossa galáxia”, especifica.

Segundo a autarquia, a Porta do Mezio já promove “eventos de ‘trekking’ noturno com orientação pelas estrelas, a observação de corpos celestes através de telescópios e ainda atividades de fotografia noturna e astrofotografia”.

Com este projeto “será possível aumentar e diversificar a oferta e proporcionar experiências disruptivas a todos os que participem nestas iniciativas, permitindo um contacto mais próximo com o universo e a exploração do território de uma forma inovadora e aliciante”.

A implementação desta DSR “irá contribuir ainda para a captação de novos segmentos do mercado de turismo na natureza e a promoção da região a nível nacional e internacional”.

O PNPG foi criado em 1971 e é a única área protegida no país com a classificação de parque nacional. Com uma área de mais de 69 mil hectares, conta com “uma diversidade biológica destacada, uma riqueza específica elevada e um número significativo de espécies endémicas”. Constitui, juntamente com o Parque Natural da Baixa Limia/ Serra do Xurés, na Galiza, o Parque Transfronteiriço Gerês-Xurés e, em conjunto com esse Parque natural espanhol, integra, desde 2009, a Reserva Mundial da Biosfera.

Fonte: Lusa

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com