Altominho.tv

Politécnico de Viana constrói forno em papel com 2 metros de altura

Os jardins da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, foram o palco escolhido para a construção de um forno tradicional de papel para cozedura de peças cerâmicas, informou hoje o IPVC em comunicado.

“As peças, desenvolvidas durante o workshop que decorre esta semana, no âmbito da participação do IPVC nas atividades da Rede ECART, estão a ser criadas pelos 35 alunos e 10 professores de vários países envolvidos no projeto. A construção do forno está prevista para esta quarta-feira, dia 18, pelas 18h. À iniciativa junta-se igualmente o Racho Folclórico de Alvarães”.

A rede ECART, foi criada em 2009, e reúne cinco escolas de arte e design, “com o propósito de refletir sobre a cerâmica tanto no campo da arte como no design”.

O IPVC, segundo a organização, participa neste quarto projeto, onde a rede propõe abordar a questão da arquitetura e da cerâmica, um tema lançado numa primeira reunião que decorreu em novembro de 2017, sob a forma de palestras na Villa Arson. “Após várias visitas a locais de produção para criar pontes entre a prática industrial e artística, abordou-se a temática -Cerâmica e a Arquitetura. Este projeto da rede é deliberadamente ancorado na reflexão e no trabalho coletivo”.

O projeto, cuja temática é a Cerâmica e Arquitetura, conta com a participação de alunos dos curos de Design da Escola superior de Tecnologia e Gestão e dos cursos de artes da Escola Superior de Educação assim como de alunos internacionais de: ENSA Villa Arson, Nice; ENSAV La Cambre, Bruxelles; ENSA, Limoges; ESBA Talm, Le Mans; ESAP Pavillon Bosio, Monaco; HEAD, Genève e da artística plástica, Rita GT.

A Câmara Municipal de Viana do Castelo, a fábrica Campos e a fábrica CAVN são igualmente parceiros neste projeto.