Altominho.tv

Menina que morreu com tiro de caçadeira será sepultada em França

A menina de 13 anos que morreu, no passado domingo, em Ponte da Barca, após um disparo de caçadeira, será sepultada em França, estando a decorrer uma angariação de fundos para ajudar na transladação do corpo.

De acordo com a informação divulgada nas redes sociais, o velório de Clara Brivain, emigrante em França, que estava de férias em Portugal, realiza-se esta sexta-feira, no Centro de Homenagem Fúnebre de Ponte da Barca, até às 22h00.

Amanhã, sábado, haverá uma missa de corpo presente, pelas 10h30, no Mosteiro de Crasto.

A menina será depois sepultada num cemitério em França e a Associação Social Cultural Recreativa e Desportiva de Crasto lançou uma campanha para ajudar a família.

“Domingo foi um dia em que o sol nasceu brilhante mas que se pôs triste e a chorar. Um dia triste para Crasto, para Ponte da Barca. Um acidente trágico tirou a vida a pequena Clara de apenas 13 anos. Um vida demasiado curta para quem tinha todos os sonhos consigo”, começou por escrever a Associação, numa publicação divulgada na rede social Facebook.

“A vontade da família é que o corpo da pequena Clara seja levado para França, de onde é natural e onde os seus pais e irmãos vivem. Infelizmente a trasladação do corpo acarreta custos demasiado elevados para esta família, pelo que pedimos o apoio de todos para que consigamos ajudar monetariamente neste momento de dor”, acrescentaram, deixando um NIB e explicando que em Ponte da Barca há várias caixas-peditório onde é possível deixar um donativo.

Recorde-se que a menina morreu, no domingo, após um “disparo acidental” com a caçadeira do avô, segundo anunciaram várias fontes de Proteção Civil.

Na casa da família, localizada em S. Martinho de Castro, concelho de Ponte da Barca, estava uma segunda criança, de 15 anos, que não sofreu ferimentos.

O acidente aconteceu quando a família se preparava para regressar a França.