Altominho.tv

Menina de 13 anos morre após “disparo acidental” de caçadeira do avô em Ponte da Barca

Uma criança de 13 anos morreu este domingo, em Ponte da Barca, no distrito de Viana do Castelo, após um “disparo acidental” com a caçadeira do avô, anunciaram várias fontes da Proteção Civil.

À Lusa, uma fonte do Comando Sub-Regional de Emergência e Proteção Civil do Alto Minho confirmou que o incidente envolveu “uma arma branca”, mas não adiantaram mais pormenores sobre o acidente.

A Altominho TV contactou também o comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte da Barca, que comunicou que o óbito foi declarado no local pela VMER do Alto Minho.

Segundo informações recolhidas pela agência Lusa, a GNR de Viana do Castelo descreveu a arma como sendo uma caçadeira de chumbo, que “não pode ser considerada uma arma de fogo, mas sim recreativa, por se assemelhar a uma pressão de ar”.

Na casa da família, localizada em São Martinho de Castro, concelho de Ponte da Barca, estava uma segunda criança, de 15 anos, que não sofreu ferimentos, apurou também a Lusa.

O “disparo acidental” atingiu a menina de 13 anos na boca.

A Polícia Judiciária está a investigar.

O alerta para a  ocorrência foi registado às 11h40.

Ao local foi chamada uma equipa de psicólogos para dar apoio à família que reside em França e se encontra em Portugal de férias.

Além da GNR e PJ, foram chamados ao local os Bombeiros de Ponte da Barca.

O socorro à vítima mobilizou a Ambulância Suporte Imediato de Vida (SIV) de Arcos de Valdevez, bem como a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Alto Minho.