Altominho.tv

Reabilitação do Paredão e Passadiço Flutuante em Lanhelas custa 153 mil euros

O Presidente da Câmara Municipal, Rui Lages, e o Vice-Presidente da APA – Agência Portuguesa do Ambiente, José Pimenta Machado, assinaram ontem o protocolo que garante a comparticipação de 100 mil euros por parte da Agência para execução da obra de reabilitação do Paredão e Passadiço Flutuante, em Lanhelas, já adjudicada e que vai custar mais de 153 mil euros, suportando a autarquia a parte restante.

“Esta é uma intervenção que o Município de Caminha considera urgente e para a qual trabalhou e conseguiu obter suporte financeiro, conciliando as diligências com toda a parte técnica e assegurando a celeridade do processo, o que permitiu adjudicar já a intervenção, pelo valor global de 153 687,28, prevendo o contrato que os trabalhos teriam início no dia útil imediato ao da consignação, e seriam integralmente executados no prazo de sessenta dias”, informa a autarquia em comunicado.

Para Rui Lages, “esta é uma boa solução, que permite responder prontamente às necessidades da população e do território. É uma solução de partilha de responsabilidades entre instituições”.