Altominho.tv

Marta Alves vence concurso de fotografia com homenagem à sua “Tia Custódia dos Rebuçados”

A “Tia Custódia dos rebuçados”, de Marta Alves, foi a fotografia vencedora do concurso “A Mulher Arcuense”, organizado pelo Município de Arcos de Valdevez e inserido no Plano Municipal para a Igualdade e Não Discriminação.

Em entrevista à Altominho TV, Marta Alves explicou como surgiu a ideia de fotografar a sua tia-avó de 99 anos.

“É uma mulher que merece ser homenageada por ser um exemplo de força da natureza. Viveu órfã de pai e de mãe cedo e criou seis filhos sozinha, praticamente. Uma altura da sua vida vendeu toda a herança para ajudar o marido a vencer uma doença grave, porém não foi o suficiente. A Custódia corria diversas feiras, a pé, com os seus progenitores a vender os famosos rebuçados dos Arcos. Esses doces eram confecionados por ela com ajuda dos seus filhos, horas a fio, a fim de ter dinheiro para sustentar a família. Hoje, a memória perdeu-se, mas há um sorriso sincero a tocar nos rebuçados coloridos”, conta Marta, de 28 anos, para quem o tema do concurso “casava muito bem” com a história de vida da irmã da sua avó.

“Fico muito grata pelo trabalho ter sido reconhecido com o 1º prémio e fico verdadeiramente feliz pelo município de Arcos de Valdevez trazer este tema para cima da mesa, permitindo também que a fotografia e os fotógrafos, profissionais e amadores, sejam valorizados”, acrescenta.

Natural de Arcos de Valdevez, Marta é Técnica de Comunicação na Associação Empresarial do Concelho de Matosinhos e da Escola Profissional de Matosinhos. “No entanto, também sou fotógrafa freelancer. Faço trabalhos pontuais de fotografia e já conto com diversas exposições em diferentes locais como Porto, Guimarães, Ponte de Lima e Arcos de Valdevez”, revela.

Este concurso de fotografia valeu um prémio de 150 euros a Marta Alves. Eduardo Antunes ficou em 2º e Romano Alves recebeu uma menção honrosa.