Altominho.tv

Dia Mundial da Fotografia reúne meio século de Romaria d’Agonia pela lente de 30 fotógrafos

A evolução e diferentes perspetivas da Romaria d’Agonia ao longo do último
meio século, pela lente e olhar de 30 fotógrafos nacionais e estrangeiros, é o
mote de uma exposição fotográfica coletiva que a partir de sábado está patente
em Viana do Castelo.

A exposição “Olhares da Romaria” reúne 90 fotografias de diferentes momentos
e períodos, sendo a primeira mostra coletiva de fotógrafos que na sua carreira
contribuíram para perpetuar e levar longe a festa.

“São fotógrafos locais, regionais, de outros pontos do país e até do estrangeiro,
mas que também contribuíram, com o seu trabalho, para a imagem que a
Romaria hoje tem. Homenageia os vários olhares sobre a festa, não fosse
também 19 de agosto, a véspera do dia da nossa padroeira, o Dia Mundial da
Fotografia. É por isso também um agradecimento de todos nós a estes
fotógrafos”, explica António Cruz, presidente da Comissão de Festas.

A exposição “Olhares da Romaria” vai estar patente de 06 a 21 de agosto,
no Jardim Público, com os respetivos trabalhos selecionados, três fotografias por
cada fotógrafo, e informação sobre os autores.
“Esta é uma festa das pessoas e para as pessoas, então nada melhor do que
temos o olhar pessoal de cada fotógrafo, uns olhares são mais tradicionais e
outros mais contemporâneos. Mas todos procuraram captar as emoções de
quem faz e vive a festa”, acrescenta António Cruz.

Integram a exposição coletiva fotógrafos que trabalham para órgãos de
comunicação ou outras publicações, profissionais e mesmo amadores, mas
todos com o traço comum de pelas suas objetivas retratarem o que de melhor
tem a festa, ajudando a perpetuar de geração em geração, os usos e costumes
dos vianenses.

“Há fotógrafos que se iniciaram na carreira na Romaria, há outros que sendo de
longe todos os anos estão cá para fazer aquela foto que ainda não foi feita, para
captar toda esta genuinidade. Por isso, a festa de 2022 também será para lhes
agradecer, através desta exposição coletiva única”, conclui o responsável.