Altominho.tv

Feira do livro de Ponte da Barca deu palco a escritores locais

Depois de cinco dias dedicados aos livros e à cultura, a XXVIII edição da Feira do Livro de Ponte da Barca, que decorreu no magnifico cenário do Jardim dos Poetas, despediu-se no domingo com um momento de homenagem ao barquense Arsénio Dias, que impulsionou a realização da primeira Feira do Livro e todas as seguintes edições, e dedicou “uma vida” à casa dos livros de Ponte da Barca, a Biblioteca Municipal.

Na verdade, todo o fim de semana foi feito com a “prata da casa”. Quatro autores barquenses: Neusa Veloso, Daniel Duarte, Filipe Carneiro e Hugo Neves, preencheram o dia de sábado com a apresentação das suas obras, momento que o Presidente da Câmara, Augusto Marinho considerou ser “uma excelente oportunidade de dar a conhecer à comunidade barquense os autores do concelho e o seu contributo para o enriquecimento do espólio literário do concelho de Ponte da Barca.”

O autarca referiu, também, que “a Feira do Livro de Ponte da Barca é um grande evento cultural que vai além da compra e venda de livros, pois apostamos numa oferta diversificada, criando um espaço dedicado aos livros, à cultura, à pedagogia e ao lazer, que conta sempre com a presença de toda a comunidade escolar, o que tem contribuído para a afirmação deste evento como referência obrigatória”.

Paralelamente à comercialização de livros, com espaço para autores locais, nacionais e estrangeiros, com propostas que foram dos clássicos da literatura às mais recentes novidades do universo das letras, para todas as idades e com preços “mais simpáticos”, o certame contou com várias atividades como apresentação de obras, entrega de prémios, leituras infantis, entre outros.