Altominho.tv

Hospital de Viana do Castelo vai transmitir em direto técnicas de endoscopia avançada

O hospital de Viana do Castelo vai transmitir em direto, a partir das duas salas do seu serviço de gastrenterologia para a escola de Medicina de Braga, técnicas de endoscopia de última geração no diagnóstico e tratamento de tumores.

Em comunicado hoje enviado à agência Lusa, a Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) adiantou que o “maior curso de endoscopia do pâncreas e vias biliares realizado em Portugal” vai ser transmitido, em direto, no dia 01 de abril a partir do Hospital de Santa Luzia (HSL), na capital do Alto Minho, para a escola de Medicina da Universidade do Universidade do Minho, no distrito de Braga, onde participam mais de 250 especialistas.

O procedimento do novo endoscópio de uso único para diagnóstico e tratamento de tumores e cálculos integra a quarta edição do curso internacional de terapêutica endoscópica das vias biliares e pâncreas.

Segundo o diretor do serviço de gastrenterologia do Hospital de Santa Luzia (HSL) e professor da Escola de Medicina da Universidade do Minho (UM), Luís Lopes, citado na nota, “esta nova geração de endoscópios elimina o risco de transmissão de infeções neste tipo de intervenções”.

Jorge Canena, diretor do serviço de Gastrenterologia da CUF-Tejo e que coordena o curso em parceria com o HSL, realçou “a necessidade de realizar mais estudos, nomeadamente de custo-eficácia, que sustentem a difusão deste tipo de endoscópios na realização desta técnica, sobretudo quando os endoscópios atualmente utilizados têm um excelente perfil de segurança para os doentes”.

“Nesta edição será apresentado, pela primeira vez, em Portugal num grande evento científico, o primeiro endoscópio de uso único (com o potencial de eliminar o risco de transmissão de infeções) para este tipo de intervenções. Serão ainda mais uma vez realizados procedimentos de última geração para o diagnóstico precoce de tumores das vias biliares e pâncreas, bem como para o tratamento de cálculos das vias biliares”, especifica a nota da ULSAM.

O encontro científico, organizado pelo Centro de Inovação em Saúde da Universidade do Minho, decorre nos dias 01 e 02 de abril, para divulgar “procedimentos minimamente invasivos para o diagnóstico e tratamento de doenças das vias biliares e pâncreas, usando técnicas endoscópicas”.

A ULSAM é constituída por dois hospitais: o de Santa Luzia, em Viana do Castelo, e o Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima.

Integra ainda 12 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, e serve uma população residente de 231.488 habitantes nos dez concelhos do distrito de Viana do Castelo e algumas populações vizinhas do distrito de Braga.