Altominho.tv

Arguida por abuso de confiança e burla em Arcos de Valdevez

O Comando Territorial de Viana do Castelo, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Arcos de Valdevez,  constituiu arguida uma mulher de 52 anos por abuso de confiança e burla, no concelho de Arcos de Valdevez.

No âmbito de uma investigação por abuso de confiança e burla, que decorria há cerca de dois meses, “os militares da Guarda apuraram que a mulher, no âmbito das suas funções, numa casa de acolhimento para idosos, teve acesso a cartões de crédito da vítima, uma idosa de 78 anos, sendo alegadamente responsável por um prejuízo no valor de cerca de 58 mil euros, através da utilização dos seus cartões para adquirir bens de forma indevida”, pode ler-se no comunicado.

No seguimento das diligências de investigação, a Guarda deu cumprimento a seis mandados de busca, uma domiciliária e cinco em veículos, culminando na apreensão de diversas provas documentais, bem como de outros objetos que terão sido adquiridos na sequência dos crimes praticados. Nomeadamente, uma viatura, vários artigos têxteis e outros objetos de decoração, eletrodomésticos e um telemóvel.

A mulher foi constituída arguida, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Arcos de Valdevez.

A ação contou com o reforço do Posto Territorial de Arcos de Valdevez e da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC) de Arcos de Valdevez, e com o apoio da Segurança Social de Arcos de Valdevez.