Altominho.tv
RAM

Morreu Francisco Sampaio, antigo presidente da Região de Turismo do Alto Minho

O antigo presidente da Região de Turismo do Alto Minho (RTAM) Francisco Sampaio morreu hoje, aos 84 anos.

O presidente da Câmara de Viana do Castelo, Luís Nobre, afirmou que a morte de Francisco Sampaio constitui uma “perda para o concelho, para o Alto Minho e para o país”.

“Foi um promotor do concelho, da região, das tradições, da gastronomia. Não poupava esforços para promover a nossa identidade. Acabou por ser um visionário relativamente às relações com a Galiza. Foi um dos primeiros a despertar para a necessidade da mais-valia de promoção do nosso território na Galiza”, sustentou o autarca socialista.

Luís Nobre acrescentou que, “em Viana do Castelo, será sempre lembrado como o grande organizador do cortejo histórico etnográfico da Romaria d’Agonia e pela apresentação ímpar da Festa do Traje”.

“Ficará sempre na nossa memória pelo conhecimento e pela capacidade que tinha em comunicar. Era um comunicador nato. É uma grande perda”, lamentou.

Cidadão de Honra de Viana do Castelo desde 2004, Francisco Sampaio participou no processo de constituição da RTAM, organismo a que presidiu entre 1980 e 2009. Foi um forte impulsionador da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, defendendo a instalação da sede no Castelo Santiago da Barra, onde ainda se mantém.

Francisco José Torres Sampaio nasceu em Barcelos, em 07 de junho de 1937. Exerceu funções docentes no ensino secundário, no Instituto Superior de Turismo e Empresas, foi membro da Comissão Instaladora da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, onde foi professor e coordenador do curso superior de Turismo, e ainda presidente do conselho pedagógico.

Entre 1973 e 1979 presidiu à Junta de Turismo de Vila Praia de Âncora, no concelho de Caminha, onde residia.

Durante 40 anos organizou o cortejo histórico etnográfico das Festas de Nossa Senhora d’Agonia, tendo sido ainda fundador da Confraria dos Gastrónomos do Minho.

É autor de dezenas de títulos sobre temas de caráter histórico, arqueológico, turístico, etnográfico e gastronómico, e foi também colaborador de várias publicações do Alto Minho.

Francisco Sampaio é apontado ainda como um dos maiores conhecedores das tradições da Romaria d’Agonia, tendo até redigido a Declaração de Interesse para o Turismo da Romaria d’Agonia, entretanto aprovada.

Ainda recentemente, a Câmara Municipal de Viana do Castelo homenageou Francisco Sampaio com o lançamento de uma Coletânea de Textos publicados na revista “A Falar de Viana”, no dia em que completava 84 anos de idade.