Altominho.tv

Em três dias 73 pessoas foram impedidas de entrar na fronteira internacional de Valença

Mais de cem pessoas foram detidas entre 15 e 30 de janeiro pela GNR e PSP por crime de desobediência, 40 das quais por violação da obrigação de confinamento obrigatório, por incumprimento das medidas previstas no estado de emergência.

Os dados foram divulgados hoje pelo Ministério da Administração Interna (MAI) na sequência de uma reunião na quarta-feira no âmbito da Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência.

Segundo o balanço feito na reunião, a GNR e a PSP realizaram na segunda quinzena de janeiro 14.242 ações de fiscalização dando cumprimento às determinações do Decreto que regulamenta o Estado de Emergência.

Quanto ao controlo na fronteira terrestre, o SEF e GNR controlaram entre 31 de janeiro e 02 de fevereiro um total de 26.091 cidadãos e 27 mil viaturas nos pontos de passagem autorizados (PPA).

Deste total de 26.091 cidadãos, 251 foram impedidos de circular pelos pontos de passagem autorizados. As recusas de circulação verificaram-se em Valença (73), Castro Marim (50), Caia (40), Vilar Formoso (38), Vila Verde da Raia (31), Marvão (8), Quintanilha (7) e Vila Verde de Ficalho (4).

A GNR controlou 27 mil viaturas, das quais 13 mil pesados de mercadorias e 14 mil viaturas ligeiras. Nos pontos de passagem não autorizados, a GNR reencaminhou 112 viaturas para os PPA