Altominho.tv

Medidas para o Natal serão conhecidas no sábado. Passagem de ano com todas as restrições

O primeiro-ministro, António Costa, adiantou hoje que no sábado anunciará as medidas para o Natal “com as melhores condições possíveis”, mas avisou desde já que “a passagem do ano vai ter todas as restrições”.

“Não vai poder ser um Natal normal”, disse António Costa, sublinhando que “não haverá seguramente festas de fim de ano”, com a despedida de 2020 a ser feita “com todas as restrições”.

“É fundamental que as pessoas possam ter uma noção antecipada do que vai ser o Natal”, sendo esta semana decisiva para a decisão sobre essas medidas, que irá anunciar no próximo sábado.

“Vamos todos fazer o esforço para podermos ter o Natal com as melhores condições possíveis, mas logo a seguir, há uma coisa que posso antecipar desde já, é que a passagem do ano vai ter todas as restrições porque aí não pode haver qualquer tipo de tolerância”, avisou.

O primeiro-ministro anunciou que o plano de vacinação será anunciado na quinta-feira, dois dias antes de serem anunciadas as medidas de combate à pandemia que vão vigorar por um mês, em vez de uma quinzena, até 6 ou 7 de janeiro.

“O Governo propôs ao Presidente da República, e o senhor Presidente da República aceitou que desta vez, quando anunciarmos a renovação do estado de emergência, possamos anunciar não só as medidas para a próxima quinzena como as medidas para a quinzena seguinte, ou seja, até 6, 7 de janeiro”, revelou António Costa, em entrevista à rádio Observador.