Altominho.tv

Fronteiras de Melgaço, Monção e Vila Nova de Cerveira vão abrir mas com limitações

A livre circulação nas fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha vai continuar limitada até ao dia 30 de junho, mas até lá os dois países vão abrir mais quatro pontos de passagem.

Melgaço, Monção, Miranda do Douro, e Vila Nova de Cerveira são os quatro novos postos que vão estar abertos, passam a ser Pontos de Passagem Autorizados, à semelhança do que já acontecia com a fronteira em Valença.

Estes pontos de passagem, que manterão as atuais limitações em vigor, serão fiscalizados pelas polícias de ambos os países e estarão abertos a partir do dia 15 de Junho, entre as 07h00 e as 21h00.

“A decisão de manter esta reposição de controlo nas fronteiras, a título excecional e temporário, foi concertada” entre os governos dos dois países, em resultados da “avaliação da situação epidemiológica na União Europeia, atendendo igualmente às medidas propostas pela Comissão Europeia”, informa nota do Ministério da Administração Interna enviada esta quinta-feira às redações.

Estes novos pontos juntam-se a Valença, Vila Verde da Raia, Quintanilha, Vilar Formoso, Termas de Monfortinho, Marvão, Caia, Vila Verde de Ficalho e Castro Marim, que funcionam em permanência.

“O acordo mantém suspensos todos os voos com origem ou destino para Espanha, com exceção das aeronaves do Estado, das Forças Armadas, das que integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais, bem como voos para transporte de carga e correio, voos de caráter humanitário ou de emergência médica”, informa a nota, acrescentando que “passa a ser autorizada a entrada de passageiros oriundos de países europeus não pertencentes ao Espaço Schengen, exceto quando em trânsito para outros países onde não têm liberdade de circulação”.

Ao mesmo tempo, mantém-se igualmente suspensa a “circulação ferroviária, exceto para o transporte de mercadorias, e o transporte fluvial entre os dois países. Passa, no entanto, a ser possível a atracagem de embarcações de recreio e o desembarque de pessoas”.