Altominho.tv

Produtor e Alvarinho de Melgaço distinguidos com prémios da revista Vinho Grandes Escolhas

A Quinta do Regueiro de Melgaço, foi esta noite distinguida nos prémios da revista Vinho Grandes Escolhas, como Produtor do Ano de 2019, enquanto Luís Gomes (Bairrada) foi reconhecido como Produtor Revelação.

Entre os melhores de 2019 dos “Prémios Grandes Escolhas”, revelados numa cerimónia que decorreu em Sangalhos, Anadia, estão o “Parcela Única” Vinho Verde Monção e Melgaço Alvarinho branco 2017, eleito como o Melhor Branco, e o Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa Douro tinto 2016, escolhido como Melhor Tinto.

A região do Douro esteve em destaque com a presença de sete ‘propriedades’ no top-30, entre eles o Lavradores de Feitoria Três Bagos Douro Grande Escolha tinto 2015, o Quinta do Crasto Vinha Maria Teresa Douro tinto 2016 e o Quinta do Noval Douro Reserva tinto 2016.

A revista Vinho Grandes Escolhas reúne uma das mais antigas equipas de críticos e jornalistas de vinhos portugueses e distingue, há 22 anos, as empresas e personalidades que mais se destacam em Portugal na área do vinho e da gastronomia.

Entre as diversas distinções da noite, destacam-se o prémio Viticultura do Ano, troféu atribuído à viticóloga-investigadora Vanda Pedroso, do Centro de Estudos de Nelas, Dão, e o prémio Adega Cooperativa do Ano, atribuído à Adega de Cantanhede.

Já a Quinta da Pacheca, em Lamego, foi distinguida como Enoturismo do Ano e o projeto da família Relvas de Évora – Casa Relvas recebeu o título de Empresa do Ano.

O troféu de Iniciativa do Ano foi atribuído ao programa de sustentabilidade dos vinhos do Alentejo e o Prémio Singularidade, destinado a homenagear iniciativas e personalidades que marcam pela diferença, ao produtor e enólogo Márcio Lopes (Douro e Vinhos Verdes).

Além do setor dos vinhos, a área gastronómica foi agraciada, com o Epur, de Lisboa, que possui uma estrela Michelin, a conquistar o troféu de Restaurante do Ano, enquanto o Arcoense, de Braga, foi eleito como Restaurante Cozinha Tradicional Portuguesa do Ano e o Go Juu, em Lisboa, de cozinha clássica japonesa, como o Restaurante Cozinha do Mundo.

Já o Prémio Gastronomia David Lopes Ramos, reconhecido como um dos maiores críticos de gastronomia e vinhos em Portugal, foi entregue ao chef Nuno Diniz.

A Revista Vinho Grandes Escolhas avaliou milhares de vinhos durante o ano de 2019.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.