Altominho.tv

Arcos de Valdevez aprova orçamento de 31 milhões de euros para 2020

A Câmara de Arcos de Valdevez aprovou o orçamento para 2020 de cerca de 31 milhões de euros, superior em cerca de três milhões ao deste ano.

Segundo o município, com este orçamento “pretende-se intensificar o apoio social e bem-estar às famílias com menos recursos, à população idosa e aos jovens; valorizar o património ambiental, histórico, desportivo e cultural; e reforçar a aposta na modernização, empreendedorismo e talento, bem como na fixação e atração de pessoas e investimento, visando a criação de rendimento e emprego, o reforço da atratividade e competitividade e a melhoria da qualidade de vida em Arcos de Valdevez”.

As Grandes Opções do Plano para 2020 “assumem um investimento de 20 milhões de euros”, com a maior fatia a ser atribuída às funções sociais (cerca de 12 milhões de euros) e económicas (cerca de seis milhões de euros).

Para o presidente da Câmara de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, citado numa nota enviada à imprensa, “este orçamento é mais uma etapa na consolidação de Arcos de Valdevez como um concelho sustentável e com oportunidades para todos, assumindo a continuidade do projeto de construção de um concelho mais inclusivo e social, mais inovador, mais verde e sustentável, mais próximo e competitivo e mais conectado”.

O ano 2020, adianta aquela nota, ficará “marcado pela conclusão e lançamento de projetos de investimentos de elevado relevo para o concelho e para os arcuenses”.

“A expansão das redes de abastecimento de água e saneamento, a melhoria da rede de estradas, a requalificação e revitalização de espaços públicos, a abertura da Oficina de Criatividade Himalaya, o início da obra no Espaço da Memória Valdevez, o alargamento da rede de equipamentos culturais e desportivos, a expansão da rede de fibra ótica nas freguesias, a modernização das escolas, a construção de mais apartamentos para arrendamento jovem e a dinamização do programa Repovoar” são algumas das medidas referidas pelo município.

Também a ampliação dos parques empresariais, a dinamização do Centro de Apoio Tecnológico à Indústria em parceria com o IPVC, a criação de espaços de comercialização de produtos locais e de divulgação das potencialidades do concelho, as esplanadas do Vez, o espaço de promoção do Vinho Verde e o parque de autocaravanismo na Lamela, a melhoria da rede de ecovias, passadiços e miradouros e a abertura do Parque Biológico na Porta do Mezio, do Centro de Biodiversidade de Sistelo e do Posto de Turismo na Peneda estão nos planos do executivo municipal para 2020.

“Todo este investimento será potenciado pelo município e vários parceiros, através da atribuição de incentivos financeiros e da realização de vários eventos de cariz social, económico, cultural, desportivo e recreativo”, conclui a autarquia.