Viana do Castelo investe mais de 1,6 ME em transportes e apoios escolares

A Câmara de Viana do Castelo vai investir no ano letivo 2019/2020, que hoje começou na capital do Alto Minho, mais de 1,6 milhões de euros em transportes e apoios escolares, informou a autarquia.

Em comunicado, o município adiantou que “o plano de transportes prevê um investimento superior a 1,085 milhões de euros, mais de 895 mil euros daquele montante suportados pela autarquia”.

O “número de alunos estimado para transportar neste ano letivo é de 2.472 estudantes, distribuídos pelo ensino pré-escolar, 1.º e 2.º ciclos (570 alunos), 3.º ciclo (897), secundário (731) e 274 alunos dos circuitos especiais”.

Já “os apoios sociais escolares, a implementação do serviço gratuito das Atividades de Animação e Apoio à Família (AAAF) nos jardins-de-infância, abrangendo um universo de 773 crianças, representa um encargo de 237.435 euros”, acrescentou.

A atribuição de apoios no âmbito da ação social escolar aos alunos do 1.º ciclo do ensino básico e do pré-escolar “incluem a aquisição de material escolar, refeições e atividades de animação e apoio às famílias”.

“Este apoio vai abranger 257 alunos e representa um acréscimo de encargo aproximado com as refeições de 13.647 euros. No total, os encargos previstos para material didático rondam os 18.370 euros e a comparticipação das refeições a 1.274 alunos atinge um investimento total de 230.826 euros”, especificou o município.

Na nota hoje enviada à imprensa, a autarquia sublinhou que, em agosto, “o executivo municipal aprovou um conjunto de transferências no valor global de mais de 293.410 euros para que as juntas e uniões de Freguesia possam assumir diversos apoios durante o ano escolar, como o transporte de alunos, transporte de refeições e pessoal auxiliares para garantir o funcionamento das cantinas”, no âmbito da delegação de competências.