Autorretratos de alunos de Viana pintados em mural de azulejos

Um mural, com 1,2 metros de altura por 2,25 de comprimentos, feito de autorretratos pintados pelos 65 alunos da escola Zaida Garcez, em Viana do Castelo, em azulejos, vai ser inaugurado esta quarta-feira, disse o coordenador do projeto.

O professor Rui Pedro Silva explicou que o painel, composto por um total de 120 azulejos, além das pinturas dos alunos “inclui o autorretrato do presidente da Câmara de Viana do Castelo, da vereadora da Educação, de representantes da associação de pais, da escola e da direção do agrupamento escolar do Monte da Ola”.

O mural, intitulado “A Escola somos nós”, realizado em parceria com o Contrato Local de Desenvolvimento Social – 3 Geração (CLDS – 3G) Viana Sul, vai ser inaugurado pelas 11h00.

O painel foi desenvolvido, durante o ano letivo que agora termina, pelos 65 alunos do pré-escolar e primeiro ciclo da escola básica Zaida Garcez, em Darque, na margem esquerda do rio Lima, com orientação da artista Rita GT.

Rui Pedro Silva adiantou que o projeto surgiu da “necessidade de aumentar a identificação dos alunos e das famílias com a escola, fomentando a sua participação e envolvimento na vida escolar”. 

“Partindo desse problema, implementou-se o projeto que envolveu a participação de toda a comunidade escolar, durante grande parte do ano letivo, e que incluiu a dinamização de várias sessões com cada turma, pela artista Rita GT”.

O professor e coordenador do realçou que a “estratégia traçada para este ano letivo teve como objetivo conquistar os alunos para o trabalho escolar, através da arte”, destacando ter sido essa a “filosofia norteou” a residência artística realizada, em maio, dirigida pela antiga ministra da Cultura Gabriela Canavilhas.

Os alunos da escola básica Zaida Garcez, integrada no agrupamento de escolas do Monte da Ola, “trabalharam a importância da música e da expressão artística”.

O primeiro andamento da Sinfonia dos Brinquedos, de Leopold Mozart, que utiliza brinquedos e instrumentos tradicionais, como o cuco, rocas e passarinhos de água, foi uma das composições trabalhadas pelos alunos, acompanhados por um ‘ensemble’ de cordas da Escola Profissional de Música de Viana do Castelo (EPMVC).

A residência artística integra o Programa de Educação Estética e Artística, uma das cinco componentes do Plano Nacional das Artes (PNA), aprovado em Conselho de Ministros. Numa cooperação entre os ministérios da Educação e da Cultura, o PNA integra também os planos nacionais da Leitura e do Cinema e as redes de Bibliotecas Escolares e de Museus.

Fonte: Lusa

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com