Altominho.tv

Paredes de Coura lança concurso para unidade de formação de bombeiros do Alto Minho

A primeira fase da construção da Unidade Local de Formação (ULF) de bombeiros do distrito de Viana do Castelo, a instalar em Paredes de Coura, foi hoje lançada a concurso público, num investimento de cerca de 150 mil euros.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Paredes de Coura, Vítor Paulo Pereira, explicou que a obra irá decorrer em três fases, sendo que a primeira, hoje lançada a concurso público, orçada em 27.975 euros, será suportada pelo município”.

“É o início de uma empreitada que o município vai suportar e que, no futuro, terá comparticipação dos outros concelhos do Alto Minho porque é uma obra que servirá o distrito de Viana do Castelo”, explicou o autarca socialista.

De acordo com o anúncio hoje publicado em Diário da República, o prazo de execução da obra é de 60 dias.

O projeto da primeira Unidade Local de Formação (ULF) de bombeiros do distrito de Viana do Castelo foi anunciado à Lusa, em 2016, pelo então presidente da Federação Distrital de Bombeiros de Viana do Castelo (FDBVC), Luís Brandão Coelho.

“Esta ULF é de extrema importância porque atualmente as exigências de formação são muito grandes e sem esta estrutura seria difícil conciliar a formação com a atividade profissional dos bombeiros, na maioria voluntários. Sem a ULF, teriam de se deslocar à ENB [Escola Nacional de Bombeiros] ou a outros distritos que já dispõem desta estrutura, o que limitaria a formação”, frisou, na ocasião, Luís Brandão Coelho.

Na altura, adiantou que a primeira fase inclui o centro de formação onde será ministrado o treino em incêndios urbanos e industriais.

No distrito de Viana do Castelo há 12 corporações de bombeiros, sendo que Viana do Castelo detém, além dos bombeiros voluntários, a única estrutura profissional da região.

As ULF, lançadas em 2009 pela Escola Nacional de Bombeiros (ENB), visam “minimizar a deslocação dos bombeiros àquela escola para obtenção de formação, rentabilizando a formação ministrada com menores custos para todos os intervenientes, na maioria voluntários, proporcionando-lhes horários de formação compatíveis com as suas atividades profissionais”.

A ULF vai ser construída num terreno com cerca de 12 mil metros quadrados, situado na União de freguesias de Paredes de Coura e Resende, cedido pela Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários daquela vila.

Aquela unidade vai ser edificada a 2,5 quilómetros do centro de Paredes de Coura e com acesso pela Estrada Nacional (EN) 306, “num local afastado de edificações e com envolvente florestal e pontos de água”.

O projeto inclui ainda um outro terreno, cedido pelo conselho de baldios, onde está localizada uma pista todo o terreno, desativada há vários anos, e que vai ser reabilitada para “treino de condução fora de estrada, valências fundamentais para garantir uma formação adequada às características do distrito e às necessidades de todos os corpos de bombeiros”.

As cerca de “meia centena” ULF existentes no país “resultam de protocolos de cooperação estabelecidos entre a ENB e as entidades detentoras de corpos de bombeiros”.

Fonte: Lusa

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com