Depressão “Gabriel” traz chuva, neve e vento forte

Portugal continental vai ser afetado, na terça-feira, pela passagem da depressão “Gabriel”, centrada na região da Bretanha, França, prevendo-se períodos de chuva, queda de neve e vento forte.

Em comunicado, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) esclareceu que Portugal continental será afetado entre as 07h33 de segunda-feira e as 23h59 de terça-feira por uma superfície frontal fria associada à depressão “Gabriel”.

Na sequência da superfície frontal, está previsto para o continente a ocorrência de períodos de chuva, em especial nas regiões Norte e Centro, e que será fraca na região Sul.

“Esta precipitação será sob a forma de neve acima de 1.200/1.400 metros, descendo a cota para 1.000 metros na região Norte no final do dia”, adianta o IPMA.

Segundo o instituto, está ainda previsto vento forte com rajadas até 65 quilómetros por hora no litoral oeste e até 85 quilómetros por hora nas terras altas.

“A influência desta depressão em Portugal será sentida em algumas das zonas marítimas de responsabilidade nacional”, salienta o IPMA.

Para esta segunda-feira, o IPMA prevê períodos de chuva ou aguaceiros nas regiões Norte e Centro, em especial no litoral, que poderão ser de neve acima dos 1.200 ou 1.400 metros.

O céu estará geralmente muito nublado, apresentando-se pouco nublado na região Sul até meio da manhã e diminuindo de nebulosidade nas regiões do interior a partir do final da tarde.

A previsão aponta ainda para “vento fraco a moderado predominando de noroeste, soprando por vezes forte, com rajadas até 60 km/h, no litoral oeste, e sendo forte (35 a 45 km/h), com rajadas até 80 km/h, nas terras altas”.

Está ainda previsto possibilidade de neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais e uma pequena subida da temperatura máxima.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 1 grau e os 9 e as máximas entre os 9 graus e os 19. Em Viana do Castelo, as temperaturas vão variar entre os 7 e os 14 graus.