GNR detém homem por violência doméstica em Ponte de Lima

Um homem de 52 anos foi detido, em Ponte de Lima, por suspeita da prática do crime de violência doméstica, tendo ficando sujeito ao controlo por meios eletrónicos.

“Durante a investigação, que durou três meses, apurou-se que o visado é suspeito de agredir fisicamente os seus progenitores, a mãe de 82 anos e o pai de 78, tendo a mesma culminado no cumprimento de um mandado de detenção por violência doméstica”, informou hoje o Comando Territorial da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Viana do Castelo.

O detido, esta quinta-feira, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas, foi presente ao Tribunal Judicial de Ponte de Lima, que lhe aplicou a medida de coação de afastamento da habitação dos progenitores.

Em comunicado, aquela força policial refere que o suspeito, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, ficou ainda proibido de se aproximar do seu pai a menos de dois quilómetros, o que será controlado pelo uso de pulseira eletrónica, e terá também de “frequentar um tratamento à dependência do álcool e tratamento psiquiátrico”.