Altominho.tv

Fibra ótica e rede móvel são prioridades para Alto Minho “mais conectado” – Anacom

O presidente da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) defendeu que a melhoria da cobertura da fibra ótica e da rede móvel devem ser “prioridades” para transformar o Alto Minho num território “mais conectado”.

“Há uma grande prioridade ao desenvolvimento em todos os concelhos do Alto Minho. Todos têm beneficiado já da fibra ótica, mas não chega a todas as localidades. Nem todos os aglomerados populacionais têm já a fibra ótica instalada”, afirmou João Cadete de Matos, em Paredes de Coura, no distrito de Viana do Castelo.
O responsável pela ANACOM, que falava à margem da conferência “Por um Alto Minho mais conectado”, promovida pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, sublinhou ser “uma prioridade para esta região a fibra ótica estar disponível em todo o território face às exigências do 5G”.

“Não só para que as populações se mantenham e sejam atraídas por este território, mas também para que as empresas, nos seus vários campos de atividade, tenham condições para se localizarem e os turistas visitarem a região”, sustentou, adiantando que o regulador das comunicações “vai aproveitar todas as oportunidades” para que esse “desafio” seja concretizado.

João Cadete de Matos apontou a cobertura da rede móvel como “outro tema prioritário para região”, admitindo que, atualmente, e fruto de “financiamentos comunitários e investimento das várias empresas, o nível de cobertura seja bastante melhor do que existia há uns anos”.

“Ainda há zonas em que não há um bom grau de cobertura da rede móvel”, declarou, referindo como exemplo algumas zonas do Parque Nacional da Peneda Gerês (PNPG).

“Há zonas onde a cobertura do sinal da rede móvel é bastante débil, nalguns casos inexistente e, além disso, há zonas em que só um operador tem boa qualidade do sinal”, observou.

João Cadete de Matos adiantou que a ANACOM “tem vindo a insistir na utilização do ‘roaming’ nacional”.

“É a possibilidade dos portugueses, quando não têm num determinado local a rede do operador com quem têm contrato, poderem ligar-se ao operador que nesse local tem bom sinal, sem obrigar a duplicar ou a triplicar os investimentos em termos de antenas”, especificou.

Já o presidente da CIM do Alto Minho, José Maria Costa, afirmou que, atualmente “as questões da mobilidade e das comunicações são fundamentais” para o desenvolvimento dos dez concelhos da região.

Fazem parte desta comunidade intermunicipal os municípios de Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença, Paredes de Coura, Arcos de Valdevez, Monção, Melgaço, Ponte da Barca e Ponte de Lima.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!