Altominho.tv

Procissão ao mar e ponte Eiffel inspiram coleção de designer de Viana do Castelo

A procissão ao mar e a ponte Eiffel sobre o Lima dão mote à coleção de uma designer de Viana do Castelo que vai ser apresentada, no domingo, tendo o rio como cenário, disse hoje a criadora.

Em declarações à agência Lusa, Isabel Lima explicou que a coleção é inspirada nos 50 anos da procissão ao mar, número emblemático das festas da Senhora d’Agonia, que vão decorrer entre os dias 17 e 20 de agosto.

“É uma coleção inspirada na história cultural e religiosa dos pescadores da ribeira de Viana do Castelo e alia a função criativa a um momento de fé comunitária, como celebração de louvor pelos 50 anos da procissão ao rio e ao mar”, explicou Isabel Lima.

Em causa está a quinta edição do “Viana está na moda”, este ano com o tema “Mística Divina” onde a professora de Educação Visual, Tecnológica e Expressão Plástica, vai ainda apresentar trabalhos inspirados na ponte Eiffel que há 140 anos, cumpridos a 30 de junho último, assegura a ligação rodoferroviária sobre o rio Lima.

Os 140 anos da ponte metálica e os 50 anos da procissão ao mar, que teve a sua génese na devoção dos pescadores a Nossa Senhora da Agonia, vão ser este ano os temas em destaque no Cortejo Histórico e Etnográfico da Romaria d’ Agonia, que sairá para as ruas de Viana do Castelo em 18 de agosto.

Já o desfile de Isabel Lima vai decorrer, no domingo, a partir das 22:00, na Praça da Liberdade, situada junto ao rio Lima.

“É um momento em que o passado encontra o futuro, atraindo a atenção para o rio, o mitológico rio das divindades, atravessado pela ponte, obra do engenheiro Gustave Eiffel, inaugurada há 140 anos e que simboliza, para quem a percorre, memórias vivas, conferidas pelas barcas e barqueiros e pela panorâmica sobre a cidade, o monte e o oceano atlântico”, especificou.

O programa “Viana está na moda” conta com o “apoio da Direção-Geral do Património Cultural, do pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Viana do Castelo, da Autoridade Marítima, entre outras entidades públicas, bem como de famílias de pescadores da ribeira e tem entrada gratuita”.

Além de peças de vestuário, Isabel Lima produz, há vários anos, acessórios de moda, mobiliário, artigos decorativos, todos inspirados no traje regional.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!