Altominho.tv

Presidente do IPVC, Carlos Rodrigues, apresenta linhas gerais do Plano de Reativação da instituição

O Presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), Carlos Rodrigues, apresentou ao Ministro da Ciência Tecnologia e Ensino Superior, o Plano de reativação da instituição.

“Trata-se de um regresso faseado e combinado entre o ensino à distância e algumas atividades letivas presencias, como é o caso das aulas laboratoriais, os estágios dos cursos de licenciatura e dos cursos de Técnicos Superiores Profissionais”.

O presidente do IPVC realçou, no entanto, que a grade maioria das atividades letivas continuará a ser assegurada à distância.

“Neste caso, o ensino à distância não resolve a formação dos alunos, disse, apontando como exemplo “as aulas laboratoriais, os estágios de licenciatura e dos cursos de Técnicos Superiores Profissionais”.

“O início das aulas presenciais tem abordagens diferentes em cada escola e, por isso, algumas começam na semana de 04 de maio, outras na semana de 08 de maio e, por exemplo, a Escola Superior de Desporto e Lazer no dia 18”, especificou.

Já os serviços que têm estado a funcionar em pleno, mas no sistema de teletrabalho vão retomar o seu funcionamento no próximo dia 4 de maio.

“Será um regresso programado tendo em conta todas as normas de segurança e caso venha a ser levantando o estado de emergência, com menos de metade dos funcionários. Já foram feitas escalas rodando entre si, de forma alternada semanalmente, ficando os restantes no regime de teletrabalho”.

Um pequeno grupo, “quase residual de trabalhadores considerados de risco ficarão em casa em regime de teletrabalho.

Já os que têm que prestar auxílio aos filhos  até aos 12 anos entram no regime de redução de vencimentos”.