Altominho.tv

DGS vai analisar com a Liga “nos próximos tempos” o regresso do futebol

A Direção-geral da Saúde vai analisar “nos próximos tempos” com a Liga de clubes o reatamento das competições de futebol, advertindo para a necessidade de serem observadas as regras contra o contágio por covid-19 instituídas para toda a população.

“Este assunto vai ter que ser analisado nos próximos tempos, com a própria Liga”, referiu a diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, na conferência de imprensa diária de acompanhamento da pandemia.

Questionada sobre o eventual regresso do futebol profissional em junho, com jogos à porta fechada e testes regulares a todos os jogadores, Graça Freitas afirmou que cada uma dessas pretensões “encerra uma questão muito complexa”.

“Nós temos regras e normas que a Direção-geral [da Saúde] instituiu para a população em geral e depois temos que ver como é que se aplicam na prática para evitar sempre que exista um aumento do risco de propagação e contágio da doença”, advertiu.

As competições profissionais em Portugal – I Liga e II Liga – continuam suspensas, após a realização de 24 das 34 jornadas previstas, bem como a Taça de Portugal, que tem Benfica e FC Porto como finalistas.

Portugal regista 762 mortos associados à covid-19 em 21.379 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Portugal cumpre o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março, e o decreto presidencial que prolongou a medida até 02 de maio prevê a possibilidade de uma “abertura gradual, faseada ou alternada de serviços, empresas ou estabelecimentos comerciais”.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 170 mil mortos e infetou quase 2,5 milhões de pessoas em 193 países e territórios.