Altominho.tv

Ponte da Barca acolhe primeira maratona de cantares ao desafio

O Castelo do Lindoso, em Ponte da Barca, vai ser palco, no dia 21, da primeira maratona de cantares ao desafio, com “dezenas” de tocadores de todo o país.

O cantador ao desafio e tocador de concertina, Valter São Martinho, explicou que o objetivo da organização, partilhada com Augusto Canário, intérprete de música tradicional portuguesa e cantador ao desafio, com o apoio da Câmara de Ponte da Barca e da Junta do Lindoso, “é dignificar uma antiga tradição popular, elevando-a ao lugar que ela merece”.

O cantar ao desafio é uma cantiga popular em que os cantadores vão improvisando, desafiando e respondendo um ao outro, normalmente ao som de concertina. Também conhecida por desgarrada, esta tradição é ainda denominada por cantares ao desafio, cantigas ao desafio ou cantigas à desgarrada.

“Quisemos criar um evento que decorresse na época natalícia, que fosse realizado num cenário de excelência como é o Castelo de Lindoso e que refletisse o nosso amor pelos cantares ao desafio”, especificou o jovem cantador, natural e residente no Lindoso, concelho de Ponte da Barca.

A primeira maratona de cantares ao desafio, cantiga popular muito enraizada nos concelhos de Ponte da Barca, Arcos de Valdevez e Ponte de Lima, vai decorrer “dentro do Castelo do Lindoso, onde será criado um ambiente típico, com uma tenda climatizada”.

“Contamos com a participação, voluntária, de dezenas de cantadores ao desafio e tocadores de concertina de todo o país. Cada par terá um tempo definido para atuar e estão previstos, em vários pontos do evento, momentos de repentismo (forma de canto de improviso)”, explicou Valter São Martinho.

O evento contará com a presença de “cantadores de todas as idades e alguns dos nomes maiores da arte das desgarradas, sempre acompanhados pelo som das concertinas”.

O encontro, integrado na Feira Tradicional – Os Doces de Natal”, tem início marcado para as 10h00, no Castelo do Lindoso, de onde se avista a eira comunitária, as dezenas de espigueiros, a Serra Amarela e a albufeira.

O programa inclui, “pelas 14h30, na igreja de São Mamede, junto ao castelo medieval, uma missa cantada ao toque da concertina e a bênção dos cantadores”.

“No final, será realizada uma arruada desde a igreja, passando pela eira comunitária, pelos espigueiros, com toda a gente em rusga, entrando nas muralhas do castelo e dando início ao evento”, especificou Valter São Martinho.

A primeira maratona de cantares ao desafio tem encerramento previsto para as 24h00.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.