Altominho.tv

Vila Nova de Cerveira acolhe exposição de trajes em crochet

Dezasseis trajes em crochet, que evocam as artes e ofícios tradicionais de cada uma das freguesias de Vila Nova de Cerveira, encontram-se expostos na galeria da Loja Interativa de Turismo, até ao final do ano.

Desde 2014, este concelho dinamiza ‘O Crochet Sai à Rua’, um projeto de decoração das ruas, edifícios públicos e espaços comerciais, durante a época de verão. Com a adesão dos residentes e a afluência dos turistas, o evento ganhou caráter bienal, sendo complementado com o desfile ‘O Crochet Veste com Arte’.

Em 2017, a Câmara de Vila Nova de Cerveira desafiou as juntas de freguesia a recriarem, integralmente em crochet, os trajes tradicionais minhotos (traje dos noivos, de meia-senhora, de lavradeira, de domingar, do campo e de dó) e, este ano, a aposta incidiu na valorização do saber-fazer, através da partilha das artes e ofícios tradicionais em crochet.

No último desfile, realizado no passado dia 13 de julho, surgiram peças de vestuário temáticas, nomeadamente “O Fogueteiro” (Freguesia de Cornes); “O Ferreiro” (Freguesia de Covas); “O Contrabando” (Freguesia de Gondarém); “A Pastorícia” (Freguesia de Loivo); “A Lavradeira” (Freguesia de Mentrestido); “A Moleira” (União de freguesias de Reboreda e Nogueira); “A Aguadeira” (Freguesia de Sapardos); “O Canteiro” (Freguesia de Sopo); “As Lavadeiras” (União de Freguesias de Campos e Vila Meã) e “A Peixeira e o Pescador” (União das Freguesias de Vila Nova de Cerveira e Lovelhe), agora em exposição.

São 16 trajes minuciosamente elaborados à mão por dezenas de cerveirenses, sem descurar os adornos específicos de cada ofício.

 mostra pode ser visitada de segunda-feira a sábado, no período normal de funcionamento da loja de turismo.