Caminha, Vila Praia de Âncora e Viana do Castelo entre as localidades do litoral que “convidam à poesia”

“Perca-se em Caminha, admire Viana do Castelo ou mergulhe na paisagem natural de Setúbal”. É logo a abrir que a edição espanhola da Condé Nast Traveler eleva a “costa de Portugal” a destino que os seus leitores têm de conhecer.

A revista destaca oito localidades situadas no litoral português, três delas no Alto Minho, recordando que Fernando Pessoa dedicou vários poemas à costa de Portugal.

“Desde aquelas em que o mar salgado é feito de lágrimas dos portugueses, até ao misticismo que atribui aos seus versos e às linhas do horizonte costeiro, este poeta é um exemplo do que sempre significou a relação de Portugal com o mar”, escrevem.

Numa viagem de norte a sul do país, com passagem por Caminha, Vila Praia de Âncora, Viana do Castelo, Aveiro, Nazaré, Setúbal, Aljezur e Tavira, a publicação descreve “alguns dos lugares mais bonitos” do litoral português, “para entender por que Pessoa e muitos outros depois dele lhe dedicaram a sua arte”.

A vila de Caminha, com a sua localização natural junto ao rio Minho, é considerada uma “paragem obrigatória quando se visita Portugal”, mas também há espaço para falar da história e tradição das famílias de pescadores de Vila Praia de Âncora.

A jornalista segue pelo “passeio marítimo que corre ao longo da costa, onde também se pode andar de bicicleta, e pelo Forte da Lagarteira”, uma fortaleza, mandada construir por Pedro II de Portugal e que, nos dias de hoje, continua imponente na costa atlântica.

Com um grande destaque à história, património e gastronomia que tornam a costa portuguesa “incrível”, a reportagem aponta ainda a cidade de Viana do Castelo, com os portos e edifícios antigos que “oferecem vistas espetaculares sobre o litoral português”.