PIXABAY

Semana Europeia da Mobilidade é assinalada em Vila Nova de Cerveira

Vila Nova de Cerveira junta-se, pela primeira vez, à rede de municípios aderentes à Semana Europeia da Mobilidade, que se assinala entre 16 e 22 de setembro. O objetivo da iniciativa é suscitar a reflexão sobre a necessidade de mudanças de comportamentos em relação à mobilidade.

Em comunicado, a autarquia afirma que “apesar de, ao longo dos anos, já incorporar algumas medidas com vista à criação de novas formas de mobilidade e de novos corredores ecológicos no concelho”, é a primeira vez que adere a esta campanha oficial a nível europeu, com iniciativas para a comunidade escolar e para o público em geral.

Tendo como tema “Caminhar e Pedalar em Segurança”, e sob o slogan “Caminha Connosco”, os cidadãos europeus têm a oportunidade de gozar uma semana inteira dedicada à mobilidade sustentável, contribuindo para a qualidade ambiental das cidades e vilas onde residem.

Em Vila Nova de Cerveira, está prevista a realização de ações de segurança rodoviária dirigidas a 170 crianças, do 1º ao 7º ano de escolaridade do agrupamento de escolas do concelho, que visam ensinar a “caminhar e pedalar” em segurança.

Na sexta-feira, dia 20 de setembro, os cerveirenses são convidados a conhecer o percurso da Rede Ciclável Urbana, com cerca de 1,5 quilómetros, que fará a ligação entre o Fórum Cultural e a estação de comboios, um projeto integrado na estratégia da Mobilidade Suave de Vila Nova de Cerveira, desenvolvido pelo CI-ESG\ Centro de Investigação da Escola Superior Gallaecia. O ponto de encontro será às 11h00, junto ao Fórum Cultural de Cerveira.

A adesão de Vila Nova de Cerveira à Semana Europeia da Mobilidade culmina no domingo, dia 22 de setembro, com o Dia Europeu Sem Carros, durante o qual o acesso ao Terreiro estará interdito, “uma prática recorrente aos fins-de-semana, de forma a proporcionar a residentes e visitantes um desfrutar total do centro histórico num ambiente mais saudável e agradável”.

A Campanha Nacional da Semana Europeia da Mobilidade pretende “encorajar comportamentos compatíveis com o desenvolvimento sustentável e, em particular, com a proteção da qualidade do ar, com a mitigação do aquecimento global e com a redução do ruído”, bem como “consciencializar os cidadãos para os efeitos que a sua escolha de um modo de transporte, terão na qualidade do ambiente”.

Outros dos objetivos da iniciativa são “proporcionar aos cidadãos oportunidades para se deslocarem a pé, utilizarem a bicicleta e os transportes públicos, em vez do automóvel privado, promover a intermodalidade, e disponibilizar aos cidadãos uma oportunidade para redescobrirem a sua cidade ou vila, os seus habitantes e o seu património, num ambiente mais saudável e agradável”.