Nova Ecopista junto ao rio e trilho com passadiços e casa na árvore prometem potenciar turismo verde em Valença

Ecovia das Veigas do Rio Minho e Passadiços do Mosteiro de Sanfins são os novos produtos turísticos que Valença está a ultimar. Uma aposta no turismo verde que pretende mostrar alguns dos recantos naturais e patrimoniais mais mágicos de Valença.

No caso da Ecovia das Veigas do Rio Minho, trata-se de um novo corredor verde com 5,6 Kms, que está a nascer junto ao rio Minho, nas freguesias de Valença, Ganfei e Verdoejo.

As Veigas do Rio Minho são um percurso complementar à Ecopista do Rio Minho e pretendem aproximar esta via emblemática ao rio. O percurso começa no Cais, em Valença e segue paralelo ao rio até Verdoejo, com ligação à Ecopista existente.

Este percurso conta com miradouros privilegiados para Tui (Galiza) e passagens por locais tão diversos como, o banco de areia de Arinhos, ilhotas, parque de merendas, cais e Pesqueira dos Frades em Ganfei, ilhas de Ranhão e do Conguedo, lagoa do rio Novo em Verdoejo terminando na atual Ecopista.

Quanto aos Passadiços e Casa na Árvore no Mosteiro de Sanfins, trata-se de um circuito interpretativo, com diversos passadiços, casa na árvore, pérgolas de leitura, binóculos panorâmicos, observatórios de avifauna, conta ainda com parque infantil e de merendas e diversos pontos de descanso que estão a nascer na Quinta do Mosteiro de Sanfins.

O percurso percorrerá, também, a Igreja Românica, as ruínas, a Capela da Senhora do Loreto, as fontes e o moinho.

Com estes dois novos investimentos a Câmara Municipal de Valença pretende reforçar a aposta no turismo de natureza proporcionando e diversificando as estruturas de entretenimento, lazer e interpretação a quem visita o concelho e região.