Altominho.tv

Pau com 30 metros levantado no domingo em Longos Vales

Mais de 100 pessoas de Longos Vales, em Monção, cumprem no domingo a tradição centenária de “Levantar o Pau”, que este ano terá 30 metros e anuncia as festas da aldeia.

“Normalmente, o pau costuma ter entre 27 a 28 metros de extensão. Este ano terá 30 metros e será levantado, com recurso a quatro cordas, puxadas por cerca de cem pessoas da freguesia”, disse à Lusa Márcio Ferreira, da organização.

O pau, um eucalipto, é escolhido pela ‘quadra’ que percorre os montes da aldeia. Uma vez cortado, é pintado às cores para ser “levantado” com a ajuda de quatro cordas entrelaçadas. E uma vez levantado, é enterrado para se manter hasteado até 31 de dezembro.

“O pau é levantado sempre no primeiro ou segundo fim de semana de junho para anunciar as festas, mas fica enterrado até 31 de dezembro. É retirado nesse dia porque no dia 01 de janeiro do novo ano já entra outra ‘quadra’ para tomar conta da festa”, explicou.

O Levantamento do Pau da Bandeira é o primeiro momento da festa em honra do padroeiro da freguesia, São João Baptista, que se realiza entre os dias 20 e 24. 

Para a organização da romaria, a freguesia divide-se em cinco partes, designadas por ‘quadras’, um conjunto de vários lugares que, a cada ano, tem a responsabilidade de organizar a festa.

Márcio Ferreira integra a ‘quadra’ que este ano tem nas mãos a preparação da romaria e do levantamento do pau da bandeira, a enterrar junto ao mosteiro de São João Baptista, padroeiro de Longos Vales.

Inicialmente a tradição permitia apenas a participação de homens, mas nos últimos anos as mulheres têm vindo a “juntar a sua força” à tradição.

A tradição secular leva àquela freguesia cada vez mais curiosos. A “rivalidade”, entre ‘quadras’ é cada vez maior, tentando cada uma delas a fazer a melhor festa possível.

No domingo, a tradição começa com o cortejo que parte cerca das 14:30 da quinta de Santo Amaro em direção ao mosteiro. 

O desfile integra um conjunto de tratores, ornamentados, cumprindo uma tradição agrícola da freguesia que terá como tema o milho.

As festas regressam de 20 a 24 de junho com um programa “dividido entre o religioso e o profano”.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.