PS questiona Governo sobre impasse na abertura de centro de diálise em Monção

O deputado do PS eleito pelo Alto Minho José Manuel Carpinteira informou ter questionado o Governo sobre o impasse na abertura do centro de diálise da Santa Casa da Misericórdia de Monção que se encontra “concluído e licenciado”.

Em comunicado, o deputado socialista explicou ter questionado o Ministério da Saúde sobre “os motivos” que estão a impedir a abertura de um equipamento “cuja construção está concluída, licenciada e em condições de funcionamento”.

José Manuel Carpinteira adianta ter tido conhecimento de que o impasse estará relacionado “com o processo de convenções de diálise” que estará “a aguardar regulamentação ao abrigo do novo regime jurídico das convenções”.

“A abertura de novos centros de diálise permitiria que o tempo de deslocação dos doentes até aos respetivos centros fosse significativamente reduzido”, alertou.

Segundo José Manuel Carpinteira, esta medida “reduziria significativamente a despesa pública com o transporte e traria maior conforto para os doentes”.

“Atendendo aos benefícios existentes, consideramos essencial questionar o Ministério da Saúde sobre a ausência de regulamentação da área convencionada da diálise, ao abrigo do novo regime jurídico das convenções, e para quando está prevista a regulamentação”, pode ler-se no documento enviado ao Ministério tutelado por Marta Temido.

O centro de diálise pela Santa Casa da Misericórdia de Monção foi inaugurado em julho de 2018, na presença do presidente da Câmara local, António Barbosa (PSD).

Fonte: Lusa